A- A+
Ambiente do Participante

PSS Seguridade Social > PSS Informa > A Previdência Complementar

A Previdência Complementar

 

A PSS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, sem fins lucrativos, mantida por contribuições das empresas patrocinadoras e dos seus empregados, a qual garante aos seus participantes e respectivos beneficiários, uma renda complementar na aposentadoria ou em outros benefícios pagos pelo INSS.

Luiz Augusto Dias da Silva, mais conhecido como Luiz Dias, é atualmente o Diretor Gerente e Diretor Financeiro da PSS, e fala um pouco mais sobre a entidade.

Como funciona a Previdência no Brasil?

No Brasil, o sistema previdenciário é composto pela Previdência Social e pela Previdência Complementar. Seguindo os padrões internacionais, esse sistema está organizado da seguinte forma:

Previdência Social: mantida pelo Governo Federal, com um regime geral (INSS) e também regimes próprios destinados aos servidores públicos;

Previdência Complementar Fechada: oferecida pela empresas aos seus trabalhadores ou associações de classe aos seus associados e vinculados, através das entidades fechadas de previdência complementar, que são também conhecidas como Fundos de Pensão;

Previdência Complementar Aberta: comercializada pelas seguradoras, oferecidas ao público em geral, através de planos individuais (PGBL, VGBL, etc.).

Qual o problema que o aposentado enfrenta?

O valor dos benefícios oferecidos pela Previdência Social (INSS) vem sendo reduzido ao longo do tempo e em muitos casos não são suficientes para manter o padrão de vida após a aposentadoria ou em situações imprevisíveis, tais como doença, invalidez e morte. Portanto contar com esses benefícios como única fonte de renda no futuro pode se tornar um grande problema. 

Onde e como a PSS entra neste cenário?

Visando solucionar esse problema, em 1977 as empresas integrantes da Organização Philips no Brasil instituíram a PSS. Como um importante instrumento da política de recursos humanos, a PSS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, sem fins lucrativos, mantida por contribuições das empresas patrocinadoras e dos seus empregados, a qual garante aos seus participantes e respectivos beneficiários, uma renda complementar na aposentadoria ou em outros benefícios pagos pelo INSS. A PSS tinha ao final do primeiro semestre de 2009, aproximadamente R$ 2 bilhões de patrimônio e 7.800 participantes, dos quais quase 4.000 já são assistidos, recebendo mensalmente um benefício complementar.

Então a PSS é uma parceira na construção do meu futuro?

Correto, a PSS é sua parceira na construção do seu futuro e trabalha para você sentir-se tranqüilo na hora que decidir parar de trabalhar, ou também na eventualidade de uma fatalidade que o impossibilite para o trabalho, como por exemplo, uma invalidez, ou pagando uma pensão vitalícia à sua família em caso de seu falecimento. Portanto, não deve ser encarada como uma reserva para eventual desemprego, mas para a aposentadoria e também como uma apólice de seguro de vida.

Porque é importante começar agora a planejar meu futuro?

Com o avanço da medicina as pessoas estão vivendo mais, e vivendo mais elas vão precisar de mais recursos para manter-se, sem a necessidade de continuar trabalhando ou viver à custa dos filhos. Programar-se para a aposentadoria, o mais cedo possível, é o que fará a diferença, pois assim você terá mais tempo para poupar sem precisar fazer grandes sacrifícios nos seus hábitos de consumo.  

Então é um investimento?

Sim. Previdência Complementar é um investimento de longo prazo que permite acumular recursos para garantir uma renda mensal no futuro. São essas reservas que vão manter seu padrão de vida, complementando seus rendimentos. Além do mais, os investimentos feitos em planos de previdência complementar trazem benefícios fiscais que vão ajudar a aumentar seu patrimônio ao longo dos anos, pois é permitido abater até 12% do valor pago em previdência complementar na base de cálculo do Imposto de Renda. 

Como são as contribuições para o plano de previdência da PSS, o chamado Plano C?

Existem dois tipos de contribuição: a básica e a voluntária. Na básica você escolhe poupar de 3% a 8% do salário e ainda ganha igual contribuição da Philips todos os meses para somar ao seu montante na hora da aposentadoria. Nenhuma outra modalidade de investimento faz isso por você. Já na voluntária, você pode escolher um percentual extra do salário, de sua livre escolha, porém sem contribuição da empresa. Outra vantagem é que na PSS você paga taxas de gestão muito mais baixas do que pagaria se tivesse utilizando qualquer fundo de investimento do mercado.

Eu posso interferir na gestão dos meus investimentos na PSS?

Sim, aqui está outro diferencial do plano da PSS. O seu saldo é aplicado com base no perfil de investimento escolhido por você anualmente, sempre no mês de novembro, com opções mesclando renda fixa e variável, ou seja, ações.   Atualmente estão disponíveis três perfis de investimento: o Conservador, com 80% em renda fixa e 20% em renda variável, o Moderado, com 65% em renda fixa e 35% em renda variável e o Agressivo com 50% em renda fixa e 50% em renda variável. Especificamente nesse assunto, a PSS está propondo melhorias para 2010, ou seja, alterações no regulamento do Plano C, que permitirão maior flexibilidade aos seus participantes, como por exemplo, a criação de um quarto perfil de investimento, chamado Ultraconservador, com investimentos de 100% em renda fixa. É bom lembrar que esta alteração somente será implantada após a devida autorização da Secretaria de Previdência Complementar (SPC). Quando isso ocorrer todos os participantes serão devidamente comunicados e todas as informações estarão também disponíveis no site da PSS na internet.

E na hora da aposentadoria como é calculado o valor do benefício?

No momento da aposentadoria, o seu benefício será função do saldo proveniente das suas contribuições e das contribuições da Philips, assim como dos rendimentos ao longo dos anos.

Quais as condições mínimas necessárias para requerer o benefício da aposentadoria pelo Plano C?

Desligamento da empresa, 10 anos de participação e 55 anos de idade.

E se eu me desligar da empresa antes de completar as condições acima? Nesse caso você tem quatro opções: 1ª opção: Autopatrocínio, você continua vinculado à PSS, contribuindo normalmente e segurado até completar as condições requeridas para a aposentadoria; 2ª opção: Vesting, desde que você tenha 3 anos de PSS, para de contribuir, continua vinculado até completar as condições requeridas para a aposentadoria; 3ª opção: Portabilidade, desde que você tenha 3 anos de PSS, transfere somente as suas contribuições com os respectivos rendimentos para outra entidade de previdência, nesse caso há isenção de imposto de renda; 4ª opção: Resgate, você recebe à vista somente o valor de suas contribuições e respectivos rendimentos, após dedução do imposto de renda.

Onde posso encontrar mais informações sobre a PSS?

A PSS mantém na Internet um site www.pssnet.com.br , onde são publicadas as informações atualizadas da entidade e de interesse de seus participantes, como por exemplo: o desempenho dos investimentos, o estatuto, regulamentos, benefícios, regras de empréstimos. Há ainda um espaço de uso restrito aos participantes, que acessado através de CPF e senha possibilita o acesso ao extrato de quotas, saldo de empréstimos e formulário de opções do Plano C. Por outro lado os assistidos podem também acessar os demonstrativos de pagamentos mensais e o informe de rendimentos anuais para o Imposto de Renda. Enfim é um canal de comunicação direto com todos os participantes.

Eu posso simular quanto devo investir para estar tranqüilo no futuro?

Um instrumento muito valioso em nosso site é o simulador, que é uma planilha onde o participante pode importar para seu computador e simular a expectativa de benefício considerando o nível de contribuição desejado ao longo do tempo. O simulador ainda fornece informações do incentivo fiscal, da evolução do saldo de conta no tempo faltante até a sua aposentadoria e ainda um comparativo entre o regime de tributação progressivo e o regressivo de imposto de renda.

 


Contato

Em caso de dúvidas sobre as informações disponibilizadas ao lado entre em contato com nossa equipe.